Criar Seu Próprio NFT. Rápido.

Ler 5 min
Pontos Principais:
— Tokens não-fungíveis (NFTs) são tokens cripto que representam itens raros ou singulares. Eles não são intercambiáveis ou substituíveis numa lógica de um para um.

— A popularidade dos NFTs está aumentando e suas vendas mensais aumentaram mais de dez vezes à medida que um número crescente de artistas está vendendo obras de arte nos marketplaces de NFT.

— Você pode criar seu próprio NFT sem nenhum conhecimento técnico e vendê-lo nesses marketplaces.

Sim, também estamos animados! Aqui, explicamos como criar seu próprio NFT para que você possa fazer parte da revolução.

Quando achávamos que as criptomoedas não poderiam ficar mais emocionantes do que o período de alta do Bitcoin no seu auge, os NFTs (tokens não-fungíveis) surgiram e dominaram o mundo. A arte NFT, em particular, está crescendo em todo o mundo. Tudo graças a artistas famosos que experimentaram esta nova mistura de arte e tecnologia de ponta.

Em outubro, um colecionador de arte de Miami comprou uma videoarte de 10 segundos em forma de NFT por mais de US$ 86.000. E então, na última semana de fevereiro, ele vendeu o NFT de arte digital por incríveis US$ 6,6 milhões.

Se isso não bastasse, um grupo de pessoas elevou o nível quando incendiaram uma obra de arte de US$ 100.000 do famoso artista de rua Banksy para criar um token não-fungível dessa obra de arte. Depois, eles venderam o NFT dessa obra de arte por incríveis US$ 390.000 no popular marketplace de NFT chamado OpenSea.

Isso tudo parece loucura? Vamos ajudar você a entender. E quem sabe, ao final deste artigo, talvez você até queira criar seu próprio NFT. Não se preocupe, isso é mais fácil do que você imagina.

Novamente, o que é um NFT?

O termo “fungível” é usado para descrever qualquer coisa que não seja única em si mesma. Por exemplo, uma nota de banco, as ações de uma empresa, um doce em uma caixa de presente de Halloween e assim por diante. Você pode trocar um por outro sem qualquer alteração no valor.

Itens não-fungíveis, por outro lado, são exatamente o oposto. Eles são únicos ou raros e não podem ser substituídos por outros itens semelhantes. Por exemplo, um relógio de bolso antigo que você ganhou de presente do seu avô. Ele é completamente único e representa informações ou emoções que não podem ser totalmente substituídas por nenhuma outra coisa. Ele é não-fungível.

O mesmo vale para peças de arte como Mona Lisa de Leonardo da Vinci ou Noites Estreladas de Vincent van Gogh. Pode haver versões copiadas de cada obra de arte, mas a original é apenas uma. Elas são não-fungíveis.

Pegue qualquer um desses itens e represente-os usando tokens cripto exclusivos em uma blockchain e você terá tokens não-fungíveis, ou NFTs. Esses NFTs são armazenados em uma blockchain e elas atuam como prova de propriedade de qualquer ativo real ou virtual. Além disso, ser baseado em blockchain torna os NFTs seguros e imutáveis, impedindo que qualquer pessoa altere seus dados.

Essa capacidade dos NFTs de representar a singularidade dos itens de maneira comprovadamente segura está pronta para beneficiar uma ampla gama de indústrias. Os NFTs podem ser usados em jogos para representar itens exclusivos nos jogos, comprar e vender obras de arte exclusivas, possuir copyrights de álbuns de música, representar direitos de propriedade e fazer muito mais.

Que História é Essa de Hype da Arte NFT?

Tornar algo digital às vezes é emocionante, às vezes engraçado e às vezes uma mistura de ambos. Criar gatos digitais com certeza soa engraçado e empolgante. Na verdade, foi aí que começou o hype em torno dos NFTs.

Em 2017, uma empresa canadense lançou o CryptoKitties, um jogo NFT baseado na Ethereum que permitia que você criasse gatos digitais raros e fofos. Na blockchain. Por causa do nosso afeto por gatos, o jogo ganhou fama e o espaço NFT teve seu primeiro grande avanço.

O crédito vai para consensys.net

Enquanto a inovação continuava, a empolgação em torno dos NFTs diminuiu antes que pudesse chegar ao mundo fora da comunidade de criptomoedas.

2020 melhorou essa situação quando o lockdown imposto devido ao COVID19 exigiu que tudo fosse digital. O lockdown forçou as pessoas a se adaptarem a um modo de vida mais digitalizado.

Escritórios implementaram modelos de trabalho remoto, escolas e alunos se adaptaram ao ensino eletrônico, filmes começaram a ser lançados na Netflix e Amazon Prime, as compras se tornaram menos cansativas com as compras online sendo a única opção e artistas buscaram a arte digital como forma de retratar sua criatividade. Foi aí que os NFTs entraram e mostraram uma maneira legal de esses artistas criarem e venderem arte digital na internet.

What Do They Know About Innocence? – Indrani Mitra
Crédito da imagem: Medium

E aqui estamos, no meio de uma era completamente nova de compra e venda de obras de arte.

Por Que Gastar em Arte NFT Intangível?

Com toda a digitalização ao redor, não há como não gastarmos em coisas intangíveis. A intangibilidade dos itens não impede que os jogadores comprem novas skins e itens em seus jogos favoritos. Ela não impede os amantes da música ou cinéfilos de pagar uma assinatura do Spotify ou Netflix.

Portanto, não há razão para que a intangibilidade impeça os colecionadores de arte de comprar obras de arte autênticas de artistas digitais, como Beeple e Lushsux voltados para NFTs. Os colecionadores de arte são levados a gastar seu dinheiro onde encontram o trabalho dos melhores artistas. Até Jack Dorsey, o fundador do Twitter, colocou seu primeiro tuíte à venda em forma de NFT. O tuíte de Dorsey que diz “just setting up my twttr” (“só configurando meu twttr”) recebeu lances de dois milhões de dólares ou mais.

Mas você pode perguntar, por que dar atenção aos NFTs se a arte que eles representam pode ser facilmente copiada e lastreada em um novo NFT e, se as obras de arte em forma de NFT são extremamente caras. E acima de tudo, por que alguém pagaria por obras de arte intangíveis?

Sim, elas podem ser copiadas e lastreadas em um novo NFT… da mesma forma que cópias de bolsas Louis Vuitton estão por toda parte. Mas isso não reduz o valor do produto original. Além disso, em virtude da tecnologia blockchain, dois NFTs nunca irão representar a mesma informação. Você sempre pode diferenciar entre o original e a cópia verificando o carimbo de tempo dos dois NFTs.

Você Deve Criar Arte NFT?

Você certamente tem suas dúvidas se NFTs realmente valem a pena. Mas pense um pouco sobre o mundo da arte tradicional. Você vê galerias de arte, pessoas pagando centenas de milhares ou milhões por obras de arte… e então você fica chocado com essa realidade. Apenas alguns poucos são capazes de ganhar a vida com isso, dadas as circunstâncias certas. Mesmo assim, eles precisam compartilhar seu rendimento com várias partes envolvidas na venda.

O mundo dos NFTs é muito diferente. Nele, os artistas controlam todos os detalhes de suas artes. Os marketplaces de NFT são marketplaces globais e expõem seu trabalho artístico para o mundo inteiro. Você não precisa entrar em contato com uma galeria ou agência para vender seu trabalho. Você não precisa compartilhar seu rendimento com um intermediário. Na verdade, os marketplaces de NFT mantêm você a par da venda de sua arte o tempo todo. Toda vez que sua arte NFT é negociada, você pode receber uma comissão justa. Além disso, você pode, a qualquer momento, provar a autenticidade de seu trabalho e que, em determinado momento, apenas uma pessoa será a verdadeira proprietária de sua obra de arte.

Em suma, todo o ecossistema de obras de arte NFT cria um cenário mais democrático para que todos possam comprar e vender obras de arte.

Se isso é algo que você gostaria de experimentar, vale a pena aprender a criar artes NFT. Você pode ser o próximo Beeple!

Como Criar NFTs?

Ao contrário do que você possa imaginar, criar seus NFTs requer pouco ou nenhum conhecimento técnico. Existem muitos marketplaces de NFT, como OpenSea, Rarible e Mintable, onde você pode criar NFTs para a sua arte em questão de minutos.

Para começar a criar seu NFT, primeiro você precisa conectar sua carteira de criptomoedas a um marketplace de NFT de sua escolha. O endereço da carteira será sua informação de login, então você nunca precisará compartilhar outros detalhes. Uma vez feito o login, você pode ir para a seção “Create” (Criar) no marketplace, enviar sua arte e finalizar o processo clicando nos botões necessários.

É isso. Antes mesmo que sua mãe chame você novamente para jantar, seu bebê comece a chorar ou sua cara metade sinta sua falta, você já terá sua arte NFT pronta para vender.

Armazene Seus NFTs com Segurança

A prova de propriedade da sua arte armazenada em um NFT é inerentemente segura e imutável. Contudo, o token em si é tão seguro contra roubos quanto um cofre privado com um milhão de dólares deixado sobre uma mesa, na sala de espera de uma estação de trem. Portanto, você precisa garantir a segurança do token que protege a autenticidade de sua arte.

Então, como armazenar seus NFTs com segurança? Carteiras hardware.

Carteiras hardware como a Ledger Nano S são dispositivos semelhantes a pendrives que permitem armazenar seus tokens cripto, fungíveis e não-fungíveis, com total segurança. Além de serem compatíveis com NFTs na Ethereum, as carteiras Ledger agora também são compatíveis com tokens nativos da Cardano.


Com uma carteira Ledger Nano, você tem controle total sobre seus NFTs, pois somente você — a pessoa que conhece a chave privada e a frase de recuperação — pode acessá-los. Ela armazena seus NFTs fora da internet, evitando que qualquer agente mal-intencionado veja sua coleção em crescimento.

Conhecimento é poder


Mantenha contato

Acompanhe nosso blog para novidades. Contato de imprensa:
[email protected]